sexta-feira, 10 de agosto de 2012

GM de Campinas adota armamento pesado para conter crime

Grupo especial passará a contar com a espingarda T-14 para ações de alto risco

Luciana Félix DA AGÊNCIA ANHANGUERA



Guardas empunham a espingarda T-14, que tem alto poder de precisão
(Foto: Dominique Torquato / AAN)


A Guarda Municipal (GM) de Campinas adquiriu armamento pesado para operações de alto risco para conter a criminalidade na cidade. Um grupo especial da corporação passará por treinamento, a partir da próxima semana, para poder utilizar a espingarda T-14 — conhecida por ter um alto poder de precisão e ser baseada no fuzil AR-15. A arma será usada em situações de enfrentamento, apoio às polícias Militar e Federal e também na escolta de magistrados.

“Enquanto uma pistola é indicada para a segurança individual, esse tipo de armamento é considerado de uso coletivo em razão de seu alto poder de parada em defesa da vida. Ela impõe respeito”, disse Sinval Dorigon, secretário de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública. Para ele, a arma também dará mais segurança aos guardas.

A intenção é utilizar o armamento ainda este mês. “Logo após os 32 agentes especiais da corporação receberem treinamento teórico e prático para o manejo de espingardas”, afirmou o comandante da GM, Márcio Boldrin. O curso ocorre entre os dias 16 e 23 deste mês.

“É uma arma de muita precisão que nem a Polícia Militar possui. É muito semelhante e tem características do fuzil AR-15 e, psicologicamente, coloca um respeito muito grande. A munição vai direto na mira e é muito rápida”, informou o tenente coronel do Exército, Fernando Fantazzini. O tenente afirmou que a arma é muito utilizada por colecionadores e em clubes de tiro. O preço médio da T-14 é de cerca de R$ 7,5 mil.

Polêmica

A aquisição do armamento causou insatisfação do Conselho Municipal de Direitos Humanos, que fará nesta quinta-feira uma reunião para tratar do assunto. “Vamos solicitar uma reunião com a Prefeitura. Não queremos esse armamento com a GM. Isso não existe, a Guarda não tem poder de polícia. É um absurdo a aquisição desse armamento sem o conselho ficar sabendo”, afirmou o conselheiro Paulo Mariante. Ele informou que irá solicitar a devolução dessas armas.


Fonte: RAC

9 comentários:

  1. Acredito que este Conselho esta totalmente fora do conmhecimento da Lei,e fora da realidade.É preciso saber que o termo "Dever do Estado",não coloca sómente à PM,à executar à Segurança Pública,e sim o Estado Federativo:Municípios,Estados e União.Portanto com o aumento da criminalidade,e à Regulamentação das Guardas Municipais em âmbito de Segurança Pública...os senhores deveriam rever os conceitos e aceitar à realidade como é e não como querem que seja....

    ResponderExcluir
  2. Concordo com o colega. No Brasil à forças contrarias as tendências mundiais, quase sempre por motivos pessoais. Acho que está na hora dessas pessoas reverem suas idéia e aceitar o fato que o conhecimento sobre a segurança publica não é mais somente de domínio dos militares. A muitas corporações e entidades civis que estão se aprimorando cada vez mais e já começam a dar novas visões sobre o assunto. É compreensível que ajá resistência por parte das pessoas que se encontram no poder e conseqüentemente com os lucros, mas os Direitos Humanos? não a lógica .....

    ResponderExcluir
  3. REFERENTE AOS DIREITOS HUMANOS NÃO VALE A PENA NEM FALAR,ONDE ESTÃO OS CORONEIS APOSENTADOS QUE SE DIZEM ESPECIALISTAS EM SEGURANÇA,A RESPOSTA ESTÁ AI É SO LIGAR A TELEVISÃO E VER,ENTÃO O QUE PRESISAMOS É CRIAR VERGONHA NA CARA E PENSAR MUITO EM QUEM IREMOS VOTAR,EM NOSSOS LARES NÃO TEM MAIS LUGAR PARA COLOCAR CAMERAS, ALARMES ETC. A NOSSA ARMA É O VOTO,

    ResponderExcluir
  4. OS CORONÉIS VIVEM CRITICANDO AS GUARDAS MUNICIPAIS,VIVEM FAZENDO LOB NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA E SENADO FEDERAL PARA ACABAR COM ESTA INSTITUIÇÃO. NÃO CONSEGUINDO COMEÇA A PUXAR O SACO DOS PREFEITOS AI ELE COM A CARA DE PAL VAI COMANDAR A GUARDA E O IMBECIL DO PREFEITO NÃO ENXERGA QUE O REFERIDO QUER A SEGUNDA APOSENTADORIA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E quem é este conselheiro na ordem do dia,,,???
      Os malas usam .40 e fuzil , e ele nao foi contestar se eles tem poder de ladrão.
      PQP , como é dificil aturar esse direitos humanos,,,,
      Infelizmente fazem engolirmos eles nos EQPs....

      Excluir
    2. FDP.....VAI APRENDER A ESCREVER...ANALFABETO....PAU

      Excluir
  5. conselheiro não pensa na segurança do povo,e sim na própria cadeira assim como acontece com os políticos,são pessoas assim que colaboram para que a violência aumente à cada dia.Como diz o ditado o pior cego é aquele que não quer enxergar.

    ResponderExcluir
  6. a reunião do dia 13/03 esta chegando,quero ver qual será a desculpa ou enrolação desta vez

    ResponderExcluir
  7. Duas coisas:
    1 - Não se trata de armamento pesado, é apenas uma espingarda semi-automática em calibre 36, se não o menor, um dos menores calibres para espingardas, mas se for utilizada com a munição correta pode ter sim uma boa precisão e um bom poder de fogo. Já vi outras reportagens dizendo que as GMs estariam adquirindo fuzis... Pura bobagem, é apenas uma espingarda que se parece com o fuzil M-16, mas dentro do que a nossa fraca legislação nos permite, é uma boa opção de armamento.

    2 - Conselheiro Paulo Mariante, vai tomar bem no centro do seu cu!

    ResponderExcluir